LN – Pinamar: Juan Grabois entrou no debate sobre a “luta viral” e elogiou inesperadamente um prefeito de JxC



O líder social John Grabois entrou no debate para a “luta viral” ocorrida em Pinamar nos primeiros dias de janeiro e só tenho elogios para um prefeito de Juntos pela Mudança (JxC) que escolheram interceder no conflito. “Muito bom os três”, sintetizou no Twitter.

Segundo o LA NACION na sexta-feira, um homem, identificado como Néstor, estava de férias na cidade termal quando ele foi mordido por um vendedor de suco. Antes do ataque, o mesmo comerciante teria atingido um dos cachorros de Néstor com um pedaço de pau.

Depois que a briga terminou, e depois que as imagens do momento tenso também se tornaram virais, a vítima apresentou queixa-crime contra o agressor. O sabado, o jogador envolvido também falou com este meio e ofereceu uma versão um pouco diferente do que aconteceu.

“O homem [Néstor] Ele começou a gritar comigo, achei que era brincadeira”, disse Miguel a princípio.

“De repente ele se aproximou de mim e começou a me dizer que eu não poderia estar na praia com o caminhão. Nesse ínterim, um de seus quatro cachorros começou a mijar no meu trailer e eu corri, mas não bati nele. Aí, o cara veio pra cima de mim”, adicionado abaixo.

“Ele me jogou no chão e começou a me sufocar”, revelou. “Mas ninguém interveio?” perguntou LA NACION. “Não, porque os outros também pensaram que estávamos jogando”, disse ele. “Foi quando eu mordi ele, porque ele não dava mais e eu não tinha como me defender. Tenho 67 anos e não estou mais aqui para lutar”, disse.

O discurso de Yeza e o elogio de Grabois

Dada a comoção e o debate que o evento gerou nas redes sociais, o prefeito Martín Yeza decidiu agir sobre o assunto e evitar que a escalada continuasse. Além disso, indeferiu o pedido de “revogação da concessão da espremedora”um pedido que ganhava cada vez mais força nas redes.

A intervenção de Yeza, que acabou desempenhando um papel importante na resolução do conflito, foi elogiado por Grabois.

“Cuidar da fonte de trabalho do vendedor, não perseguir os mais vulneráveis, ouvir a todos e buscar uma resolução humana em um conflito é uma ação nobre”, guardado. E esclareceu para finalizar: “Seja de quem for, seja qual for o partido. Muito bom os três”.

O encontro entre Néstor e Miguel e a reflexão do prefeito de Pinamar

Após fazer a denúncia sobre o ataque, Néstor entrou em contato com Yeza. Ele a convidou para tomar um café e Ele deixou claro que não queria que “ninguém perdesse o emprego” e que estava disposto a “reunir-se com o vendedor de suco”.. O encontro aconteceu e ficou eternizado em uma imagem.

Durante a referida reunião, afirmou Miguel, Néstor admitiu que “ele foi longe demais” e “ele enlouqueceu quando” quando o jogador correu para seu cachorro.

“Às vezes nem tudo se resolve seja com violência, seja com denúncia criminal, seja com assédio nas redes sociais, muito menos na vida real. Dar uma chance à conversa, para ouvir o outro, para aceitar que todos podemos errar, pode valer a pena.”, escreveu o prefeito no Twitter para concluir.




Publicado en el diario La Nación

(Visitado 1 veces, 1 visitas hoy)