LN – Mundial Qatar 2022: comoção em França, que deve desagradar Karim Benzema devido a uma lágrima


Comoção no acampamento da França. A três dias da estreia no Mundial do Catar, o campeão mundial ficou sem Karim Benzema, devido a uma lesão na perna esquerda. A informação foi confirmado pela conta oficial da seleção francesa, que estreia na próxima terça-feira, contra a Austrália, e é um Potencial rival da Argentina nas oitavas de final no caso de um ou outro terminar em primeiro e segundo em seus grupos.

A lesão do atacante ocorreu neste sábado, no terceiro dia de treinamento da seleção no Catar, quando o atacante integrou pela primeira vez o trabalho coletivo, que abandonou com mancar na perna esquerda. Didier Deschamps, o técnico da França, tem até segunda-feira para substituí-lo na lista de 26 jogadores.

Esta marginalização ia ao encontro de todas as preocupações que já existiam sobre o jogador do Real Madrid, que competiu pela última vez em 2 de novembro de quando jogou apenas 27 minutos na derrota por 5 a 1 para o Celtic na Liga dos Campeões.

Horas de tensão, incerteza e desconforto foram vividas na delegação francesa. Benzema foi transferido numa carrinha do centro de treinos para o Aspetar, hospital de referência em Doha, que consta da nomenclatura médica da FIFA. Fê-lo acompanhado por Franck Le Gall, médico da equipa francesa.

Devido a problemas musculares, o atacante chegou ao Mundial com pouquíssima continuidade na primeira parte da temporada europeia. Ele jogou apenas metade do número total de minutos no Campeonato Espanhol (628 de 1.260) e 237 de 540 na Liga dos Campeões. O Real Madrid nunca emitiu um relatório médico com detalhes, limitando-se a informar que foi “fadiga muscular”.

Varane, outro jogador que não está no auge físico, e Benzema

Varane, outro jogador que não está no auge físico, e Benzema (Agência AFP/)

A França tem sido duramente castigada por lesões. Antes de dar a lista final, o treinador Didier Deschamps deveria ter feito sem Paul Pogba e N’Golo Kante, motores da equipe que conquistou o título mundial na Rússia 2018. Já com a lista feita, o zagueiro ficou de fora Presnel Kimpembe, ausente nas últimas partidas do Paris Saint Germain.

Alguns dias depois, durante o treino, o atacante Christopher Nkunku Ele foi liberado devido a uma lesão no joelho esquerdo após um embate com Eduardo Camavinga. Em sua substituição foi convocado Kolo Muani, do Eintracht Frankfurt. Os outros atacantes à disposição de Deschamps são Kylian Mbappé, Olivier Giroud, Ousmane Dembelé, Antoine Griezmann, Kingsley Coman e Marcus Thuram, filho de Lilian, zagueiro campeão mundial de 1998.

Benzema, à saída do hospital

34 anos -fará 35 no dia 19 de dezembro, um dia depois da final- e último Bola de Ouro Pela sua contribuição decisiva para o Real Madrid na conquista da Liga dos Campeões, Benzema ia participar no seu terceiro Mundial. Depois de estar presente no Brasil 2014, foi afastado por seis anos por estar envolvido em um processo judicial por chantagem sexual contra seu ex-companheiro Mathieu Valbuena. Sua trajetória em Les Bleus Isso é 97 jogos e 37 gols. Após o exílio devido a um litígio judicial, onde escapou à prisão mas não foi declarado inocente, Benzema marcou 10 golos em 16 jogos.

Com vista a este Mundial, Benzema ia integrar o tridente ofensivo, a par de Mbappé e Griezmann. Com derrotas na defesa (Raphael Varane chega fisicamente com sobra), meio-campo e ataque, o campeão mundial vê seu potencial diminuído.

Oliver Giroud, O jogador de 36 anos, campeão mundial há quatro anos, é marcado por uma peculiaridade muito significativa para um centroavante: Ele não contou um único chute a gol nas sete partidas que disputou na Rússia. Seja como for, a sua longa carreira na seleção nacional, com 114 jogos, coloca-o, com 49 golos, a dois do melhor marcador de sempre da Les Bleus, Thierry Henry, com 51.

A lesão que Sadio Mané sofreu no Bayern de Munique custou-lhe a ficar fora do Mundial

A lesão que Sadio Mané sofreu no Bayern de Munique custou-lhe a ficar fora do Mundial (Stefan Matzke – sampics/)

Benzema é o segundo melhor avançado internacional a despedir-se do Qatar nos últimos dias. Sadio Mané acabou sendo excluído Senegalapós não se recuperar da lesão sofrida em Bayern de Munique, durante a última data da Bundesliga. A Argentina também viu cair um de seus atacantes, com a exclusão de Joaquim Correa, por desconforto no tendão patelar do joelho esquerdo.




Publicado en el diario La Nación

(Visitado 1 veces, 1 visitas hoy)