LN – Argentina vs. Croácia, ao vivo: como assistir online e minuto a minuto da partida da Copa do Mundo Qatar 2022


06.50 Post emocionado de De Paul horas após o jogo

Rodrigo DePaulque hoje jogaria como titular, escreveu um post emocionado horas após a partida da semifinal contra a Croácia. “Para você, para nós, para o nosso país. Mais do que nunca TODOS JUNTOS”escreveu o flyer e decidiu acompanhar a publicação com um vídeo seu a “sofrer” durante o desempate por grandes penalidades frente à Holanda e musicado com o tema WOS “Arrancármelo”.

Veja esta postagem no Instagram

Uma postagem compartilhada por Rodrigo De Paul (@rodridepaul)

Naquela partida das quartas de final, De Paul saiu no meio do segundo tempo devido a uma doença muscular que se arrastava há alguns dias.

04.00 Luka Modric: “Vamos tentar fazer o melhor jogo das nossas vidas”

O símbolo da Croácia, Lucas Modric, falou em entrevista ao RTVE sobre a partida iminente contra a Argentina e a chance de disputar mais uma final mundial: “É impressionante estar novamente em uma semifinal de Copa do MundoO que esta equipe está fazendo é algo incrível”.

Nesse sentido, considerou que têm menos pressão por serem “um país pequeno”. “Como somos um país pequeno, ninguém nos leva em conta, mas não temos problema com isso, que os outros são os favoritos e nós estamos na sombra.“, guardado.

Luka Modric comemora a vitória da Croácia nos pênaltis contra o Brasil nas quartas de final da Copa do Mundo, sexta-feira, 9 de dezembro de 2022, em Rayyan, no Catar.  (Foto AP/Manu Fernandez)

Luka Modric comemora a vitória da Croácia nos pênaltis contra o Brasil nas quartas de final da Copa do Mundo, sexta-feira, 9 de dezembro de 2022, em Rayyan, no Catar. (Foto AP/Manu Fernandez)

“A Argentina é um grande time, não quero jogar apenas contra um jogador. Claro que Leo Messi Ele é muito grande, o melhor jogador deles, e vamos ter muitas dificuldades para pará-lo, mas estamos preparados e vamos dar tudo de nós. Vamos tentar fazer o melhor jogo das nossas vidas. Espero que seja o suficiente para estar na final”, explicou.

03.30 O guarda-redes croata que disse que Dibu Martínez “é o melhor da Premier League”

Amor Kalinic Ele é um goleiro croata de 32 anos. Ele é gigante: mede 2,01 metros e foi um dos protagonistas da Copa do Mundo de 2018, quando Croácia vice-campeão foi estabelecido. Agora, ele é o dono do arco de Divisão do Hajduk, uma entidade de futebol local. No dia 2 de novembro, ficou de fora do Catar: agora está em plena recuperação, após confirmar que sofreu uma ruptura do ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo contra o Lokomotiva Zagreb.

Kalinic deu uma entrevista para Sportske Novosti, o jornal esportivo croata mais popular e lido no país. Por três temporadas, ele fez parte do elenco de astonville e, em uma delas, foi substituto de Emiliano Martinez, desenhou. Você o conhece muito bem. “Ele é uma fera, mas tem um lado fraco. Ele é um trabalhador esforçado, um guerreiro, como Perisic… e é o melhor goleiro da Premier League.” Acontece que sua análise, puro elogio.

VIENA, ÁUSTRIA - 25 DE SETEMBRO: Lovre Kalinic da Croácia durante a partida do Grupo 1 da Liga das Nações da UEFA A League entre Áustria e Croácia no Ernst Happel Stadion em 25 de setembro de 2022 em Viena, Áustria.  (Foto de Robbie Jay Barratt - AMA/Getty Images)

VIENA, ÁUSTRIA – 25 DE SETEMBRO: Lovre Kalinic da Croácia durante a partida do Grupo 1 da Liga das Nações da UEFA A League entre Áustria e Croácia no Ernst Happel Stadion em 25 de setembro de 2022 em Viena, Áustria. (Foto de Robbie Jay Barratt – AMA/Getty Images) (Robbie Jay Barratt – AMA/)

Há alguns anos, quando lhe perguntaram sobre as virtudes dos melhores goleiros da Inglaterra (entre Kepa, Mendy, Allison, Ederson e outros grandes…), Kalinic já havia decidido por seu ex-companheiro. “Emiliano Martínez é o melhor guarda-redes da Premier League, pelo menos para mim”, disse.

02h30 Messi vs. Modric: o duelo começou há 16 anos e teve vários cenários, mas hoje se joga a batalha final

Lionel Messi e Luka Modric se conhecem de cor. Eles cresceram juntos e ao longo de suas carreiras cada um curtiu e sofreu na frente do outro. Com as camisas de Argentina e Croácia, respectivamente (como acontecerá hoje na primeira semifinal do Catar 2022), mas também representando Barcelona e Real Madrid com o emblemático número 10 em seus números, ou ainda no último cruzamento entre PSG (Leo já com o 30) e o time branco.

Em seus armários domésticos estão troféus idênticos e conquistas pessoais. Os dois ganharam ligas espanholas, Copas do Rei, Liga dos Campeões, Supercopas da Espanha e da Europa e o Mundial de Clubes. Ambos também ganharam o Ballon d’Or e o prêmio The Best pelo menos uma vez.

Ambos já sabem a importância de disputar a final da Copa do Mundo. E eles também sentiram em primeira mão a dor de perdê-la. Messi foi vice-campeão atrás da Alemanha no quente Brasil de 2014 e Modric assistiu do campo enquanto a França levantava a Copa na fria Rússia de 2018.

No degrau antes daquele jogo decisivo, a Copa do Mundo os cruza novamente. Um dos dois partirá para a vingança no próximo domingo, contra os gauleses ou contra o surpreendente Marrocos. O outro fará o jogo que ninguém quer jogar: aquele que no sábado definirá o terceiro e o quarto colocados.

02h00 Scaloni, entusiasmado: “Esta equipa joga pelo povo, não pelo dinheiro”

Faltando poucas horas para a Argentina enfrentar a Croácia nas semifinais, o técnico da seleção argentina concedeu uma entrevista ao canal oficial da Fifa e falou sobre a atual situação do time que comanda.

Esta seleção joga para eles, para o povo, jogue pela família, jogue pela honra, não pelo dinheiro. você me deixa emocionado para peidardisse Scaloni. E continuou: “Sabemos o esforço que fazem. Pessoas deixando as coisas de lado para vir ou no trabalho… Espero que possamos dar-lhes alegria. Depende muito de algumas circunstâncias, alguns momentos, mas vamos dar tudo”.

01.30 Sergio Javier Goycochea será a voz do estádio em Argentina x Croácia

Sergio Javier Goycochea será a voz do estádio em Argentina x Croácia.

Sergio Javier Goycochea será a voz do estádio em Argentina x Croácia. (Hernan Zenteno/)

A FIFA escolheu Goyco como representante argentino na semifinal que a seleção argentina disputa hoje contra a seleção croata. Entre outras funções, o jornalista ficará encarregado de anunciar os nomes escolhidos por Scaloni no 11 titular.

01h00 Tagliafico e a memória do que aconteceu na Rússia

O lateral-esquerdo da seleção argentina, Nicolás Tagliafico, disse que imagina uma partida “totalmente diferente” contra a Croácia daquela que jogou na Rússia em 2018. “Quatro anos se passaram e vemos a Croácia novamente na fase final porque eles fizeram um ótimo trabalho com uma equipe bem formada Há semelhanças, mas somos outro time e será totalmente diferente do que aconteceu”, disse Tagliafico na coletiva de imprensa que a Argentina concedeu no Doha Media Center. Tagliafico foi titular naquela dolorosa derrota por 0-3 frente aos balcãs e volta a fazê-lo esta terça-feira, substituindo o castigado Marcos Acuña. “Haverá momentos de sofrimento porque nenhum jogo é fácil, mas temos experiência e personalidade para lidar com eles”, disse o atual jogador do Olympique de Lyon.

Nicolás Tagliafico recordou o que aconteceu há quatro anos contra a Croácia

Nicolás Tagliafico recordou o que aconteceu há quatro anos frente à Croácia (Aníbal Greco /)

00.30 O árbitro que volta a liderar a Argentina

O árbitro italiano Daniele Orsato será o encarregado de conduzir o duelo entre Argentina e Croácia. Ele estará acompanhado de seus compatriotas Ciro Carbone, como segundo árbitro e Alessandro Giallatini (terceiro), além dos emirados Mohammed Mohammed e Mohammed Alhammadi (quarto e quinto). No VAR também estarão os italianos Massimiliano Irrati e Paolo Valeri como assistentes. O juiz italiano e seus compatriotas já lideraram a Argentina na vitória por 2 a 0 sobre o México, na segunda partida da fase de grupos.

00h00 A história do duelo

Por Copas do Mundo, Argentina e Croácia registraram dois duelos anteriores, ambos na fase de grupos. Na França 1998, o time então comandado por Daniel Passarella venceu por 1 a 0 com gol de Mauricio Pineda. O mais próximo, como esquecer, foi uma retumbante derrota por 3 a 0 na Rússia 2018, derrota que deixou a seleção albiceleste à beira do nocaute.

Enquanto isso, Messi fará sua quarta partida contra a Croácia na terça-feira, com um saldo anterior de duas derrotas e uma vitória. O primeiro encontro foi em um amistoso antes da Copa do Mundo de 2006 na Alemanha, em Basileia, com os balcãs vencendo por 3 a 2. Naquela noite, o rosário marcou seu primeiro gol com a camisa argentina. Em novembro de 2014, em Londres, foi uma vitória albiceleste por 2 a 1, sendo que o último confronto foi o já citado 0 a 3 em Nizhny Novgorod. A equipa de Zlatko Dalić (o mesmo treinador deste Mundial) venceu com golos de Ante Rabic, Luka Modric e Ivan Rakitic.

Messi e Modric discutem naquela partida de 2018;  atrás observe a vida

Messi e Modric discutem naquela partida de 2018; atrás observe a vida

23.00 As variantes que Scaloni estuda

Para este encontro frente à Croácia, Lionel Scaloni tem quase todo o seu grupo em condições. O treinador reconheceu isso na sua última conferência de imprensa. Todos funcionaram normalmente; mal Alejandro Papu Gómez se movia sozinho com o cinesiologista Luis García. Nesse cenário, Presença de Rodrigo De Paul no meio-campo está quase garantida e é provável que finalmente o técnico argentino possa contar com Ángel Di María desde o início. Devido ao acúmulo de cartões amarelos, Marcos Acuña e Gonzalo Montiel ficaram de fora.

Mas ainda falta a confirmação. Nas duas últimas tentativas, ele insistiu como primeira opção com Rosario. Aí mudou: Scaloni queria ver como o time se movimenta com Leandro Paredes no meio-campo e com Enzo Fernández e Mac Allister nas laterais, como uma das muitas alternativas arranjadas pelo técnico da seleção argentina. É que o preocupa que Luka Modric, Mateo Kovacic e Marcelo Brozovic o tenham prejudicado no domínio do meio-campo. Neste contexto, a equipe poderia ser: Emiliano Martinez; Nahuel Molina, Cristian Romero, Nicolás Otamendi e Nicolás Tagliafico; Diga Maria ou Paredes; DePaul, Enzo Fernandez, Alexis Mac Allister; Messi e Julián Álvarez ou Lautaro Martínez.

Último treino da seleção argentina antes das semifinais: Lionel Messi conversa com Rodrigo de Paul

Último treino da seleção argentina antes das semifinais: Lionel Messi conversa com Rodrigo de Paul (Aníbal Greco/)

22.05 A sexta bandeira argentina em solo catariano

Teremos que esperar para saber se haverá outro banner no próximo sábado. Isso vai depender do que acontecer nesta terça-feira no estádio Lusail, entre Argentina e Croácia. Como acontece desde o início da Copa do Mundo, todos os dias antes de uma partida da seleção havia uma concentração de torcedores no centro de Doha. As canções de apoio, desta vez, Eles tinham um destinatário especial: Leo Messi. A arenga ao capitão veio após a dura partida das quartas de final contra a Holanda e na preparação para o importante confronto da semifinal nesta terça-feira contra a equipe de Luka Modric.

Assim como nas últimas quatro partidas da Copa do Mundo, o cenário escolhido foi o mercado souq waqif, onde o “que pela mão de Leo Messi” e “que amanhã custe o que custar, que amanhã temos que vencer” voltou a ser ouvido com força. Claro: essa bandeira foi, surpreendentemente, a que menos compareceu. Começou timidamente minutos antes das 19h, horário local, mas nunca pegou a atmosfera das versões anteriores.

Mundo azul claro e branco: o banner antes do jogo com a Croácia

Mundo azul claro e branco: o banner antes do jogo com a Croácia

22h00 Bem-vindo à cobertura Argentina – Croácia

Pelas semifinais da Copa do Mundo do Catar 2022, nesta terça-feira a seleção argentina enfrenta a croata a partir das 16h (horário argentino), em um duelo com uma história rica. A partida será disputada no estádio Lusail, em Doha, e será transmitida pela TV Pública, TyC Sports e DSports.




Publicado en el diario La Nación

(Visitado 4 veces, 1 visitas hoy)