LN – Duplo crime em Las Heras: eles encontraram um casal assassinado em sua casa e prenderam o neto



Uma casa na cidade Las Heras, Mendoza, foi palco de uma descoberta assustadora no início desta semana. No interior, a polícia encontrou os corpos de um casal esfaqueado até a morte. Pouco depois, o neto das vítimas foi preso pelo ato, a quem a própria tia apontou como autor do duplo crime.

De acordo com o site local Posto Mendozaas autoridades tomaram conhecimento do que aconteceu ontem à noite, às 22h30, de chamada de um vizinho para 911. O queixoso disse ter ouvido gritos de partir o coração e pedidos de misericórdia de dentro de uma propriedade vizinha, localizada nas ruas Santa Rosa e Colón, então um grupo de policiais foi rapidamente enviado ao local.

Ao entrar na fazenda, os agentes os corpos do casal foram encontradosidentificado como Martin Farias76 anos e Vale da Lua66. O corpo do primeiro estava na sala de jantar e o da mulher no quarto, e em ambos os casos tinham facadas e contusões. Além disso, a equipe observou que a casa estava visivelmente desarrumada.

No quadro das primeiras investigações, a Polícia entrevistou um filha do casal assassinadoquem apontou o sobrinho de 22 anos e neto do casal como possível autor de duplo crime. Ele afirmou que o jovem havia espancado seus avós “várias ocasiões” e mencionou que morava no bairro La Estanzuela de Godoy Cruz, onde as tropas foram procurá-lo a pedido da promotora de homicídios Claudia Ríos.

O suspeito foi identificado como Ângelo González e aconteceu que ele alugou um curral de seus avós para manter um cavalo. Após uma série de patrulhas, Ele foi preso nas proximidades das ruas Lago Hermoso e Corvalán. Esta manhã, 1:26. Após vistoria, foi constatado que ele tinha uma faca com ele.

Em relação ao andamento da investigação, destacou-se que o dentro da fazenda das vítimas foi bagunçado e bagunçado, como se alguém estivesse procurando algo de valor. Por isso, não se descarta que tenha sido um homicídio criminis causa, ou seja, um crime para consumar ou ocultar outro crime – no caso, um Roubaram.

Além disso, foi informado que Gonzalez tinha antecedentes criminais. Em 2020 ele entrou na prisão preso por uma denúncia de Roubaram e recebeu uma sentença menor por porte ilegal de arma de fogo.



Publicado en el diario La Nación

(Visitado 1 veces, 1 visitas hoy)