LN – Uma enorme pedra caiu em barcos com turistas no Brasil: pelo menos cinco mortos e 23 feridos



UMA pedra enorme saiu de um penhasco S caiu neste sábado em alguns barcos que estavam no Lago das Furnas, localizada no município brasileiro de Capitólio, em Minas Gerais. De acordo com o corpo de bombeiros local, pelo menos cinco pessoas morreram e nove ficaram gravemente feridas.

Uma torre de rochas se deslocou repentinamente da parede do cânion e desmoronou em vários barcos de recreio, enviando uma onda enorme sobre o Lago Capitólio, em Minas Gerais.

Pelo menos um barco naufragado afundou, outros escaparam em alta velocidade, bombeiros, incluindo mergulhadores, disseram que estavam procurando por 20 pessoas que se acredita estarem desaparecidas.

Os feridos no acidente tinham ossos quebrados e um deles estava em estado grave no hospital com ferimentos na cabeça e no rosto. Outras 23 pessoas foram tratadas com ferimentos leves, disse o porta-voz do bombeiro Pedro Aihara a repórteres.

Por sua vez, o jornal brasileiro O Tempo confirmou o acidente e informou que o deslizamento afetou pelo menos três barcos turísticos que estavam no local.

A mídia local informou que a Marinha do Brasil abrirá uma investigação para analisar as circunstâncias do acidente.

Após o terrível incidente, rapidamente começou a circular nas redes sociais um vídeo onde se pode ver o momento em que a rocha se desprende do cânion e se precipita contra os barcos.

Por sua vez, o governador de Minas Gerais, Romeu Zema, lamentou o ocorrido e enviou um recado às famílias das vítimas. “Hoje sofremos a dor de uma tragédia em nosso estado, por conta das fortes chuvas, que provocaram o desprendimento de um muro de pedra no Lago de Furnas, em Capitólio. O governo de Minas está presente desde os primeiros momentos por meio da Defesa Civil e o trabalho do Corpo de Resgate continua. Me solidarizo com as famílias neste momento difícil. Continuaremos atuando para dar o suporte e suporte necessários”, disse o presidente local.

Lago das Furnas

O desabamento da parede rochosa ocorreu na Lagoa de Furnas, na cidade de Capitólio, área turística do estado brasileiro de Minas Gerais, localizada a 290 quilômetros de sua capital Belo Horizonte.

A Lagoa de Furnas faz parte do reservatório brasileiro construído em Rio Grande que regula sua vazão e, por sua vez, fornece energia para o estado de Minas Gerais, por meio da usina hidrelétrica de Furnas.

O local virou atração turística na cidade de Capitólio, município brasileiro localizado no sudoeste do estado de Minas Gerais que abriga uma população aproximada de mais de 8.600 pessoas. A localidade pertence à mesorregião do Sul e Sudoeste de Minas e à microrregião de Passos.




Publicado en el diario La Nación

(Visitado 1 veces, 1 visitas hoy)