LN – Um motociclista foi morto por uma ambulância que ia atender pessoas feridas em um acidente



Um motociclista morreu hoje após colidir com uma ambulância que estava a caminho para atender três pessoas feridas em um acidente ocorrido esta manhã no bairro de Palermo, em Buenos Aires, segundo o diretor do SAME, Alberto Crescenti.

”Uma ambulância estava viajando às 6h05 para um acidente entre dois veículos que causou três feridos; Eu ia para Niceto Vega e ao atravessar o Malabia, segundo me disse a equipa do centro de operações, o motociclista bateu na porta da ambulância do lado do condutor”, disse Crescenti em diálogo com a TN.

O motociclista foi transferido para o Hospital Fernández, onde morreu pouco antes das 7 horas, segundo fontes médicas e policiais.

O Tribunal Nacional Criminal e Correcional 59, a cargo do Dr. Godoy, abriu um processo no qual ele acusou o motorista da ambulância de “homicídio culposo”.

Por sua vez, Crescenti sustentou que “a ambulância estava com a sirene ligada e tinha sinalizadores” e pediu para “aguardar a perícia”, embora tenha insistido que foi o motociclista quem bateu na porta lateral do veículo do lado do motorista “que praticamente já tinha passado” quando foi abalroado.

confronto em palermo

Enquanto isso, a colisão entre dois veículos que deixou três feridos ocorreu nas avenidas Córdoba e Malabia, a poucos quarteirões de onde ocorreu o acidente com o motociclista.

O acidente ocorreu esta manhã no cruzamento das avenidas Malabia e Córdoba, no bairro Buenos Aires de Palermo, quando um Volkwagen Gol dirigido por uma jovem atravessou a avenida com o sinal vermelho e colidiu com um Suran em que um motorista trafegava. Ele estava transportando duas mulheres.

Depois disso, as três mulheres tiveram que ser atendidas e transferidas para o Hospital Fernández. Enquanto isso, o motorista do Suran recusou, em primeira instância, ser encaminhado ao centro de saúde.

Embora os detalhes do incidente ainda sejam desconhecidos, as autoridades investigam se o motorista do Gol estava embriagado no momento do acidente.

O pessoal da polícia municipal que teve que cortar uma parte da rua trabalhou lá, embora o tráfego permaneça leve no momento.



Publicado en el diario La Nación

(Visitado 1 veces, 1 visitas hoy)