LN – Porta-voz Gabriela Cerruti lidera encontro nacional da “Revolução das Velhas” em Chapadmalal



A porta-voz do governo, Gabriela Cerruti, participa da “II Encontro Nacional da Revolução das Velhas”, movimento que ela mesma promove, em Chapadmalal. Cerruti, que já está na cidade marítima, publicou um livro sobre o assunto. Ela mesma divulgou nas redes sociais por meio de um vídeo.

A viagem do funcionário acontece às vésperas dos 40 anos da Guerra das Malvinas, em que a coalizão do governo terá dois atos distintos para comemorar a data, em uma nova exibição pública de divergências internas.

A primeira reunião do movimento aconteceu em 2020 e lá Cerruti disse: “Somos a geração chamada a colocar várias discussões na mesa. Somos a geração que viveu a última ditadura militar, que lutou pela volta à democracia, que cresceu com o rock nacional, que construiu muitos marcos. Lutamos pelo divórcio, pela guarda compartilhada, e agora lutamos pelo aborto legal, seguro e gratuito, mesmo que não seja mais para nós”.

Veja esta postagem no Instagram

Um post compartilhado por Gabriela Cerruti (@gabicerru)

Enquanto na resenha de seu livro sobre o assunto, “A revolução das velhas. A maré que vai mudar a sua vida e o mundo: bem-estar, sexo e poder depois dos 60″, afirmou o responsável: “Já fiz cinquenta e quatro anos, estou bem, ponha. Acordo de manhã mais enrugada. Estou com dores no joelho, estou na menopausa bah, já passei da menopausa. Eu tomo cálcio. Tenho cinquenta e quatro anos: isso significa quando, seis? Vou me tornar o que é considerado um adulto mais velho na sociedade. Dizendo com clareza e em breve, o que vou me tornar é uma velha. OK? Foi assim que começou o vídeo que se tornou viral no Instagram em um dia de janeiro. E acrescentou que “As mulheres se sentiram questionadas e se envolveram em uma conversa com colegas de todo o mundo”.

Comprometido com o assunto, o funcionário também falou sobre o assunto no ano passado. Ele o fez em conjunto com o Secretário Geral de Direitos Humanos, Gerontologia Comunitária, Políticas de Gênero e Cuidados do PAMI, Mônica Roquee com o jornalista e escritor, Martha Dillon.




Publicado en el diario La Nación

(Visitado 1 veces, 1 visitas hoy)