LN – O Governo respondeu ao La Cámpora pelo ataque ao gabinete de Cristina: “Que ninguém duvide que o presidente despreza e repudia a violência”



O interrogatório público de um dos referentes de La Cámpora, Andrés Larroque, às ações da presidência diante do atentado de pedra ao gabinete de Cristina Kirchner caiu como um balde de água fria na Casa Rosada, que saiu para responder em termos duros.

Sem nomear o atual ministro de Desenvolvimento Comunitário de Buenos Aires e muito próximo de Máximo Kirchner, a porta-voz presidencial, Gabriela Cerruti, escreveu três mensagens em sua conta no Twitter nas quais contava o que foi feito após o ataque. “Diante do ataque sofrido por nossa vice-presidente Cristina Kirchner, o presidente Alberto Fernández agiu imediatamente enviando uma mensagem a ela e seu secretário particular, preocupados com sua integridade física, de seus parentes e do pessoal que trabalha com ela”, diz o primeira das mensagens.

O tópico continua: “Ao mesmo tempo, ele ordenou que o Ministério da Segurança encarregado de Aníbal Fernández investigasse o ocorrido, buscando identificar os autores de tal vandalismo”.

Em uma terceira e última mensagem veio a resposta direta às palavras de Larroque: “Que ninguém duvide. O presidente Alberto Fernández e todo o Governo Nacional desprezam e repudiam a violência e esperam que a Justiça identifique, julgue e puna os responsáveis ​​por tal ato”.

Larroque havia escrito esta manhã: “O silêncio e a parcimônia do governo diante do ataque ao gabinete do vice-presidente são impressionantes.”




Publicado en el diario La Nación

(Visitado 1 veces, 1 visitas hoy)