LN – Nova Zelândia anuncia tarifas sobre importações russas e proibição de exportação de mais produtos


As autoridades da Nova Zelândia anunciaram na quarta-feira que o país aplicará tarifas de 35% sobre todas as importações da Rússia e estenderá as proibições existentes de exportação de produtos industriais intimamente relacionados a indústrias russas estratégicas.

“As imagens e relatórios emergentes das atrocidades cometidas contra civis em Bucha e outras regiões da Ucrânia são abomináveis ​​e repreensíveis, e a Nova Zelândia continua a responder aos atos de agressão sem sentido de Putin”, disse a ministra das Relações Exteriores, Nanaia Mahuta.

A esse respeito, ele enfatizou que a Rússia deve “ser responsabilizada por crimes de guerra e atrocidades cometidas contra civis inocentes”. “Juntamente com 41 outros países, a Nova Zelândia anunciou seu apoio à acusação do Tribunal Penal Internacional (TPI) e forneceu financiamento para pesquisas”, acrescentou.

Assim, essas novas sanções aplicadas pela Nova Zelândia buscam “pressionar o regime de Putin” juntamente com outras medidas aplicadas pela comunidade internacional “para que as hostilidades na Ucrânia cessem”, segundo o ministro do Comércio, Damien O’Connor.

Essas novas sanções anunciadas pelas autoridades da Nova Zelândia entrarão em vigor em 25 de abril, conforme declarado em um comunicado do Executivo da Nova Zelândia, que indicou que “é a resposta econômica mais significativa da Nova Zelândia à invasão russa até o momento”.



Publicado en el diario La Nación

(Visitado 1 veces, 1 visitas hoy)