LN – Noelia faleceu em 1-5 / 18: os reais motivos da saída de Leonor Manso da strip



Num ano difícil para a televisão e em que as ficções são escassas, O 1-5 / 18 tornou-se um dos programas mais assistidos. Em grande parte, seu sucesso se deve ao enredo, que conta as vivências de um grupo de pessoas que moram em um bairro de emergência, mas também a outro elemento que lhe dá grande valor: o nível de algumas performances, como o de Leonor Manso. A atriz interpretou Noelia, uma das mulheres fortes do bairro e grande conselheira de Rita, personagem que encarna Lali González. Nesta segunda-feira, o personagem morreu repentinamente, enchendo o espectador de surpresa e dúvida.

Noelia mudou-se para a casa de Rita quando o marido de sua amiga, Lautaro (Nico García), caiu prisioneiro. Quando saiu da prisão, o vilão se estabeleceu ao lado deles, mas apesar de suas tentativas de convencer a todos de que agora ele leva uma vida longe do crime, Noelia sempre desconfiou dele.

Essa desconfiança se manteve desde o início da trama até esta semana, em que se deu o desfecho trágico do personagem. Tudo correu depois que Noelia ouviu uma conversa entre Lautaro e Miranda (Romina Gaetani) no qual ele confirma suas suspeitas: o homem não só continua apegado ao crime, mas também é o responsável pela introdução da nova droga que assola o caçula do bairro.

No meio de uma discussão em que ameaça contar a todos o que acabou de descobrir, Lautaro se torna violento e ela sofre um ataque cardíaco. Os roteiristas planejaram esse resultado desde o início? Não. A mesma atriz contou em entrevista de rádio os motivos que a levaram a tomar a decisão de deixar o strip.

″ Com muita dor, saí O 1-5 / 18, Romance de Polka, porque não me deu corpo ou mente para fazer teatro e TV ao mesmo tempo “, ele disse a ele Manso a Marcela Coronel, no ciclo radial Entretanto. E acrescentou: “Estive lá cerca de cinco meses, por isso tive muitas gravações. É uma pena porque era um lindo grupo e história, e tem um clima lindo naquela gravação ”.

“Senti algo físico e mental. Fazer teatro é muito difícil, a televisão exige muito. Agora o romance tem um ritmo impressionante. Muitas cenas por dia. Saí com muita dor, porque na Polka sempre fizemos coisas muito boas, como esta, e este foi um grupo de companheiros lindos ”, insistiu.

A atriz também revelou como comunicou sua decisão. “Falei com Adrián Suar e ele aceitou bem; Ele é sempre muito carinhoso comigo. E meus colegas também sentiram pena de mim. Tem um clima legal naquela gravação, com muitos jovens, muito legal ”.

“Comecei a ensaiar [la obra Cae la noche tropical, en el Teatro San Martín] e eu tinha a tira … Foi quando percebi que não podia. É uma pena para mim também, mas se você não pode, não pode. Eu já deixei de fazer teatro e televisão ao mesmo tempo, mas eu era mais jovem e poderia me dar bem, mas agora não. É um limite que eu entendo que acontece comigo e que tenho que aceitar ”, explicou a atriz.

A atriz também refletiu sobre os efeitos da pandemia e do confinamento: “Acho que toda essa quarentena e essa peste afetou a todos nós. Embora não se pense nisso, é uma ameaça que está presente o tempo todo. E em algum lugar isso afeta. Felizmente estou trabalhando, este é o impulso de vida para mim. As pessoas vão silenciosamente aos cinemas. Não sabia o que ia acontecer, mas já faz um tempo que os teatros abriram, e vejo a saída quando saio do ensaio. As pessoas se sentem protegidas. Têm necessidade de algo que lhes é habitual e que lhes faz bem ”.

A alta de Manso deixa várias histórias truncadas, como a de Ricky (Felipe Colombo), seu filho e o advogado do bairro, mas acima de tudo, aquele foco constante de tensão se perde em cada cena que ele compartilhou com García. E, claro, também a possibilidade que sempre esteve latente de que foi ela quem descobriu seus verdadeiros planos e os comunicou a Rita, para que ela finalmente pudesse se afastar dele.

A verdade é que nesta terça-feira, através de uma despedida comovente no cemitério, a tira de eltrece mostrou o caminho pelo qual A morte de Noelia afetou muitos no bairro de Peñalosa.



Publicado en el diario La Nación

(Visitado 3 veces, 1 visitas hoy)