LN – FA Cup. Empate Martínez deu tudo o que podia contra um Manchester United que tem na agenda


Quase não há festa de Vila Aston que não deixa muito boas defesas de Emiliano Martínez, cuja margem de erro ainda é muito baixa, mas ainda assim não o impede de receber mais gols do que na temporada passada, o primeiro no clube de Birmingham. A fragilidade defensiva do conjunto de Steven Gerrard esterilizar tudo o que pode salvar Draw. É algo que vem acontecendo no Liga Premiada e foi reproduzido no Copa FA, a mais antiga competição de clubes do mundo, na qual Aston Villa perdeu por 1 a 0 para o Manchester United e foi eliminado na terceira roda.

A notícia do goleiro argentino ganha valor diante do Lista de elenco iminente de Lionel Scaloni para as partidas anteriores Pimenta (27 de janeiro, em Calama) e Colômbia (1 de fevereiro, em Córdoba). Embora a Argentina já esteja classificada para a Copa do Mundo e o técnico possa fazer um rodízio no elenco, estima-se que a dra seja citada. Sua vontade de estar presente não deixou mais dúvidas na série de setembro, quando viajou apesar da oposição do primeiro-ministro para que os sul-americanos o fizessem devido à segunda onda da pandemia.

Destaques do Manchester United 1 – Aston Villa 0

Sorteio visitado nesta segunda-feira Velho Trafford, algumas semanas depois do diário Estrela diária revelar que o Manchester United estaria disposto a pagar 50 milhões de euros para o seu passe no mercado de meio de ano. Dos arredores do Mar del Plata disseram a este jornal que por enquanto são apenas rumores de jornal, que não havia gestão. Nas últimas temporadas o espanhol foi questionado David De Gea, que ultimamente elevou seu nível e silenciou as críticas em Manchester. O tempo dirá.

Martinez desta vez não se cruzou com Cristiano Ronaldo, com quem em setembro tinha travado um dos duelos verbais que travava com o executor de uma pena, que acabou por ser executado por Bruno Fernandes, a quem também dedicou algumas provocações. Conforme expresso pelo treinador alemão Ralf Rannick, Cristiano ficou de fora porque no último treino sentiu dores nas costas. “Eu não diria que é uma lesão. Discutimos e decidimos não correr riscos”, disse o piloto da United.

Para Shaw, por cima do travessão

A preguiça defensiva do Aston Villa desprotegida o goleiro surgiu no Independiente cedo. Aos 7 minutos, com a última fila de visitantes saindo, o centro do brasileiro Fred encontrou a entrada do escocês McTominay, que perto do ponto do pênalti ele dirigiu-se apenas para o chão para colocar o 1-0.

Sim Aston Villa não sofreu uma derrota mais ampla foi graças ao Empate, especialmente por algumas coberturas no primeiro tempo, antes de um chute cruzado dentro da área Edison cavani e um tiro de médio alcance Lucas Shaw. Então ele estava seguro novamente para cortar alguns centros e controlar os chutes de fora da área. Na segunda etapa, ele teve menos trabalho, mas ainda foi eficiente contra algumas tentativas profundas de Mason Greenwood.

Sem prejudicar seu desempenho, os números de empates nesta temporada eles não são tão bons como no anterior, quando na Premier conseguiu 16 lençóis limpos (obstáculos invicto) em todas as 38 datas quem contestou. Essa invulnerabilidade ocorreu na primeira metade do campeonato. Já na segunda secção, o Aston Villa começou a receber golos em quase todos os jogos, um défice que se mantém neste percurso e custou ao treinador Dean Smith seu emprego, substituído por Gerard.

A defesa de Cavani

Nos 19 dias do atual Premier, Draw manteve seu gol em zero em cinco jogos. Ele recebeu 30 gols; se esta média se mantiver, ultrapassará os 46 para a época 2020/21. Por mais competitivo que seja, após o final do jogo ele se sentou na pequena área e com gesto triste começou a digerir derrota e eliminação. Ele já tem um novo companheiro de equipe que ainda não estreou, o brasileiro Coutinho, do Barcelona e que foi salvo por um pênalti em um Argentina-Brasil no Sul-Americano Sub 17 2009. Uma aposta ofensiva de um Aston Villa que mal aguenta com Draw Martínez atrás.

Rashford tenta um chute antes do cruzamento de Konsa

Rashford tenta um chute antes do cruzamento de Konsa (PAUL ELLIS /)



Publicado en el diario La Nación

(Visitado 2 veces, 1 visitas hoy)