LN – Ele estava foragido por 175 dias: um jovem acusado de drogar e abusar de um adolescente em Córdoba foi preso em San Nicolás



Um homem de 24 anos foi preso pela polícia de Buenos Aires em San Nicolás depois de ter permanecido foragido por quase seis meses em um caso que está sendo investigado pelo crime de abuso sexual com acesso carnal a um menor de 17 anos, fato denunciado em 15 de agosto de 2021 na cidade de Córdoba de São Francisco.

De acordo com os dados da investigação, o agora preso, Leandro Santiago Sacco, ele foi denunciado por um adolescente por tê-lo fornecido drogas em uma bebida e depois subjugá-la sexualmente.

O fato denunciado ocorreu na madrugada de 15 de agosto do ano passado, quando um grupo de amigos estava em um bar em São Francisco, em Córdoba, incluindo a vítima e o acusado.

De acordo com a denúncia, Sacco convidou a jovem a entrar em seu carro e beber uma cerveja que supostamente continha alguma droga, sedativo ou ansiolítico que deixou a adolescente indefesa e facilitou o abuso sexual.

A adolescente foi posteriormente deixada nas imediações do centro da cidade e, assim que se recuperou, fez a denúncia. O promotor de crimes complexos de São Francisco, Bernardo Alberione, havia ordenado a prisão do acusado, que estava foragido desde então e tinha um mandado de prisão internacional, segundo a agência de notícias Télam.

O detido é filho do pastor evangélico Víctor Sacco, responsável pelo templo Jesús Salva, em São Francisco. O promotor Alberione disse à mídia local esta manhã que uma comissão policial havia viajado para San Nicolás para transferir Sacco para San Francisco, e anunciou que Uma investigação será aberta para apurar as responsabilidades das pessoas que colaboraram para que o acusado permaneça foragido.



Publicado en el diario La Nación

(Visitado 1 veces, 1 visitas hoy)