LN – Covid-19 no Chile: casos de coronavírus e vacinação a partir de 5 de março



A pandemia do coronavírus já se arrasta há mais de dois anos, e os países passam por realidades diferentes à medida que surgem novas mutações do vírus e avança o plano de vacinação do mundo. Neste 5 de março, no Chile Foram registrados 20.901 novos casos de pacientes com Covid-19 e 146 mortes, conforme detalhado pelas autoridades de saúde.

À data, Chile acumula um total de 3.168.335 infectados por coronavírus e 42.955 falecidos.

O Chile está em 32º lugar nos países com maior número de pessoas infectadas pelo coronavírus. A lista dos dez primeiros é composta da seguinte forma: Estados Unidos (80.905.292 casos), Índia (42.962.658 casos), Brasil (29.033.052 casos), França (23.011.998 casos), Reino Unido (19.119.181 casos), Rússia (16.861.793 casos), Alemanha (15.723.907 casos), Peru (14.326.217 casos), Itália (12.990.223 casos), Espanha (11.100.428 casos).

Vacinação contra Covid 19 no Chile a partir de 5 de março

A campanha de vacinação contra o coronavírus no Chile atinge um total de 49.635.264 doses aplicadas até 5 de março. Desse número, 17.812.534 pessoas receberam uma dose, enquanto 17.257.682 já receberam as duas doses. Desses valores, conclui-se que 97,91% da população recebeu a primeira vacina, enquanto 94,86% já possuem as duas doses. Além disso, 80,06% por sinal já possuem reforço.

Quanto ao nível de imunização da população, Chile Está na posição 2, com 49.635.264 doses aplicadas. A lista dos 10 primeiros países é composta da seguinte forma: malte (1.278.504); Chile (49.635.264); Maldivas (903.380); Islândia (848.605); Emirados Árabes Unidos (24.179.935); Cingapura (13.572.663); Portugal (25.244.215); Bahrein (3.375.361); Coreia do Sul (121.004.410); Cuba (26.484.189).

Se considerada a densidade populacional, 94,86% com duas doses mostrando Chile, eles o colocam na posição 5 do ranking mundial. Esta lista é encabeçada por estas nações: malte (99,99%); Maldivas (99,99%); Brunei (98,16%); Emirados Árabes Unidos (96,44%); Chile (94,86%); Portugal (90,67%); China (89,63%); Cingapura (88,93%); Camboja (88,68%); Cuba (87,95%).



Publicado en el diario La Nación

(Visitado 1 veces, 1 visitas hoy)