LN – Alarme em Barcelona: pelo menos 32 filhotes de Beagle usados ​​em experimentos podem ser sacrificados


Uma notícia disparou alarmes em Barcelona, ​​​​Espanha. Ao menos 32 cães da raça Beagle usado em experimentos poderia ser sacrificado. O prefeito daquela cidade, Ada Colau, solicitada por carta ao Ministro da Ação Climática, Teresa Jordà, que evita o sacrifício dos cachorros pelos laboratórios Vivotecnia após experimentação animal no Parque Científico de Barcelona da Universidade de Barcelona (UB).

Por que é importante monitorar a saúde da vida selvagem?

Em uma mensagem em sua conta Instagram, o prefeito expressou sua “preocupação” pela denúncia de entidades como PACMA ou Juventude Socialista da Catalunha (JSC), que convocaram manifestações contra o sacrifício dos cachorros, e pediu à Generalitat que “exerça seus poderes e proteja direitos dos animais”.

O polêmico experimento consiste em dar a cães uma droga para calcular a dose exata para acabar com a vida de metade deles

O polêmico experimento consiste em dar a cães uma droga para calcular a dose exata para acabar com a vida de metade deles (RyanJLane/)

Segundo os denunciantes, o experimento consiste em dar a cães uma droga para calcular a dose exata para acabar com a vida de metade deles e, uma vez terminados os testes, todos os animais serão abatidos para realizar necropsias.

“Todos nos lembramos das imagens horríveis de abuso de animais que esta empresa causou em Madrid”, indicou Colau, referindo-se às imagens de um vídeo divulgado em abril passado que mostrava como os animais do laboratório Vivotecnia sofreram abusos verbais e físicos rotineiramente e refletia as más práticas realizadas nos experimentos. “Barcelona sempre será contra o abuso de animais”acrescentou o prefeito.

Urso, o cachorro que salvou mais de 100 coalas dos incêndios na Austrália e foi condecorado

Fontes da Universidade de Barcelona reconhecidas EFE que “uma empresa externa” está realizando um experimento “que busca desenvolver cuidados para doenças fibróticas e que envolve o estudo histopatológico dos órgãos de 32 cães beagle”. A UB esclareceu que a empresa que realiza a investigação “não pertence ao Parque Científico de Barcelona (PCB), mas está alojado nele, como tantos outros grupos e entidades externas à UB”.

A prefeita de Barcelona, ​​​​Ada Colau

A prefeita de Barcelona, ​​​​Ada Colau (EFE/Quique Garcia/)

Como outras empresas alojadas no PCB, esta empresa pode acessar os serviços de fornecedores de PCB, incluindo a Vivotecnia, confirmaram as mesmas fontes.

Em relação ao experimento específico, a universidade afirmou que no momento “está sendo elaborado o protocolo de trabalho”, portanto, que “a fase de experimentação ainda não começou”, que “prevê-se que comece em meados de março”.



Publicado en el diario La Nación

(Visitado 1 veces, 1 visitas hoy)