LN – A FIFA limitará o número de transferências para evitar "açambarcamento de jogadores"


20 Jan (Reuters) – A Fifa disse nesta quinta-feira que está se preparando para implementar regras que limitam o número de transferências que os clubes podem fazer internacionalmente de 2024 a seis contratações e seis empréstimos, para que o foco seja o desenvolvimento de talentos.

O objetivo do regulamento, atrasado dois anos devido à pandemia de COVID-19, é “desenvolver jovens jogadores, promover o equilíbrio competitivo e evitar o acúmulo”, afirmou a Fifa em comunicado.

A partir da próxima temporada, os clubes terão oito contratações internacionais e oito empréstimos, caindo para sete no ano seguinte e permanecendo em seis em 2024-25.

No entanto, jogadores jovens e menores de 21 anos continuarão isentos das regras, se a proposta for aprovada pelo Conselho da FIFA em sua próxima reunião.

Os planos incluem a aplicação de uma duração mínima para os contratos de empréstimo, que seria entre duas janelas de transferência, enquanto a duração máxima seria de um ano.

Da mesma forma, a transferência de jogadores entre dois clubes será limitada a três por temporada, enquanto será proibido que um jogador emprestado seja emprestado a um terceiro clube.

Os regulamentos não cobrem empréstimos domésticos, mas a FIFA disse que as federações nacionais terão três anos para alinhar suas regras com as do nível internacional. (Reportagem de Hritika Sharma em Bengaluru, editado em espanhol por Ricardo Figueroa)



Publicado en el diario La Nación

(Visitado 1 veces, 1 visitas hoy)